Ao falar da situação de Santo Antônio em entrevista à rádio, vereador Leandro dispara: “É falta de caráter moral com o dinheiro público o que acontece na administração Josimar”

Foto: Repórter João Moura/Rádio Talismã FM

Entrevistado na manhã desta terça-feira (17) pela Rádio Talismã FM, o vereador Leandro Horácio falou sobre diversos pontos relacionados à administração municipal e criticou a gestão Josimar Ferreira afirmando que o município atravessa um caos administrativo. “É falta de caráter moral com o dinheiro público o que acontece na administração de Santo Antônio”, afirmou o vereador Leandro citando falta de gestão e compromisso do prefeito Josimar.

Perguntado a respeito do motivo de seu rompimento com o prefeito Josimar, Leandro justificou a falta de compromisso do atual gestor com a população e o caos em que o município se encontra para deixar a base aliada do governo e estar hoje na condição de oposição. Acrescentou que fez campanha com o atual prefeito levando mensagem verdadeira para o povo e não ter andado com ele fazendo “falsas promessas”. “Fui eleito o vereador mais votado na base do atual prefeito, fiz uma aliança voltada para o povo e não passando mensagem mentirosa. Fui eleito pra fiscalizar o executivo”, declarou o parlamentar.

Questionado sobre o atraso no pagamento dos contratados da prefeitura e a demissão de funcionários, o vereador Leandro afirmou que essa situação foi ocasionada por falta de compromisso do atual gestor. Segundo o parlamentar, a atual gestão tem levado o município para o caos causando prejuízo ao comércio local que se encontra parado devido ao funcionalismo estar sem receber seus salários. O vereador disse ainda que funcionários estão sendo demitidos sem ter nenhuma satisfação e justificativa por parte do atual gestor sobre quando vão receber seus pagamentos.

O vereador frisou que a atual gestão deixou chegar a essa situação não por falta de verba porque recebeu com dinheiro em caixa. Afirmou que o atual gestor recebeu da administração passada mais de R$ 1 milhão e 300 mil de repatriação e R$ 738 mil de FPM. “Já caiu mais de R$ 30 milhões em apenas oito meses. O que vejo é falta de compromisso da atual gestão com o povo, principalmente com os servidores e os fornecedores que se encontram preocupados por não receber seus pagamentos”, disse. Leandro cobrou um esclarecimento do prefeito sobre os cortes e a falta de pagamento dos funcionários.

Sobre o repasse do FPM para o município de Santo Antônio zerado, o vereador Leandro Horácio declarou que a atual gestão é culpada por não ter feito o repasse ao INSS da contribuição dos servidores levando a essa situação em que se encontra o município comprometendo a folha de pagamento do funcionalismo e prejudicando a população.

Ao ser questionado sobre a saúde do município, Leandro afirmou que falta o básico e o cidadão não consegue medicamentos de alta complexidade e remédios controlados não são encontrados. Ele disse não entender o que vem acontecendo porque o município não passa dificuldades. Afirmou ainda que a população enfrenta dificuldade para conseguir fazer seus exames e relatou que uma empresa ganhou sete licitações na atual administração e já recebeu um montante na ordem de R$ 1 milhão para realização de exames no município.

O vereador declarou que a população de Santo Antônio está “olhando com expressão de arrependimento” por ter votado na atual gestão.