Aplicativo Tô de Olho passa a oferecer novas funcionalidades de combate à Covid-19

O aplicativo Tô de Olho, criado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e pelo Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), passa a oferecer novas funcionalidades para ajudar no combate à pandemia da Covid-19. Entre as novidades, está a possibilidade de se visualizar o isolamento social de todas as cidades do Estado e dos bairros dos maiores municípios potiguares. 

A plataforma de engajamento cívico foi idealizada para criar uma rede de proteção contra a Covid-19. O objetivo do aplicativo Tô de Olho é disponibilizar técnicas avançadas de inteligência artificial para a sociedade potiguar e ajudar a reduzir a cadeia de contágio do vírus. 

Desde o seu lançamento em abril passado, o Tô de Olho vem acumulando um número crescente de usuários, já totalizando mais de 13 mil. Esses usuários, até o momento, já cadastraram mais de 2.600 denúncias – todas enviadas instantaneamente para a Secretaria Estadual de Segurança Pública e para as respectivas Prefeituras para que possam ser tratadas. 

O Tô de Olho também oferece o rastreamento de contato, que é sua funcionalidade mais utilizada atualmente. Através do rastreamento é possível identificar se um usuário do aplicativo teve contato com uma pessoa sabidamente infectada. No app, o usuário visualiza através do seu status de risco quando houve ou não um contato com infectado. Quando isso acontece, o usuário é notificado e o dia e distância de cruzamento são informados para o usuário. Até o momento, já foram identificados mais de 1500 contatos entre usuários do Tô de Olho e pessoas sabidamente infectadas. Esta identificação precoce do contato com o infectado tem fundamental importância na contenção da propagação do vírus, já que as pessoas notificadas são aconselhadas a reforçar as medidas de isolamento social por um período de 14 dias. 

A rede de proteção criada pelo Tô de Olho acaba de crescer com a adesão do aplicativo Nota Potiguar, da Secretaria Estadual de Tributação. Através desta parceria, os 250 mil usuários do Nota potiguar podem compartilhar os dados das suas compras com o Tô de Olho que irá verificar se naquele momento da compra, existia alguma pessoa infectada no mesmo ponto de venda. Quando isso acontecer, o usuário do Nota Potiguar receberá uma ligação informado sobre tal eventual contato com infectado. Todos os dados de cruzamento identificados são apresentados através de gráficos para os gestores municipais e estaduais, onde é possível saber quais bairros de uma cidade mais contribuem com a proliferação do vírus, o número de contatos por dia e um mapa de risco que apresenta os municípios com maiores chances de colapsarem suas redes de atendimento diante dos dados coletados pelo Tô de Olho.

O uso do Tô de Olho é totalmente gratuito, bastando o cidadão aderir se cadastrando no site ou baixando o aplicativo na loja da Google ou, em breve, também disponível para IPhone.