Após divulgação de nomes de servidores da prefeitura de Santo Antônio que teriam recebido auxílio emergencial indevidamente, gestão Josimar emite alerta aos funcionários para que devolvam o dinheiro

Após a repercussão da divulgação da lista do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) com os nomes de servidores da prefeitura de Santo Antônio que foram cadastrados para receber o auxílio emergencial do Governo Federal, a administração municipal postou uma nota através de sua página no Facebook alertando aos funcionários públicos do município que tenham sacado o benefício indevidamente para que façam imediatamente a devolução dos valores.

Em nota, a gestão diz que o alerta para os servidores públicos municipais ocorre em “atendimento à solicitação do TCE”. Na postagem, a administração disponibiliza o link do Ministério da Cidadania no qual o servidor que recebeu de forma indevida o benefício possa fazer a devolução. O auxílio é um benefício do governo federal, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregado e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Na relação do TCE, consta 307 servidores da prefeitura que teriam recebido o auxílio, inclusive funcionários que ocupam cargos de confiança e recebem altos salários na gestão Josimar Ferreira. A lista inclui secretários adjuntos, coordenadores de programas, diretores de escolas e até médicas do Programa Saúde da Família. Dentre os nomes inscritos para receber o auxílio estão os da secretária adjunta Maria da Piedade Felipe da Silva Costa e a coordenadora geral da pasta Wilma Gonçalves Fontoura, que ganham R$ 3 mil cada uma; Francisco Canindé Fontoura (Adjunto de Obras), André Luiz Martins Pegado (Adjunto de Tributação), Marcos de Lima Cordeiro (Diretor de Dep. do Programa Bolsa Família), Lázaro Alves de Lima (Coordenador do Bolsa Família) e Eduardo Francisco Costa de Lima (Chefe da Divisão de publicação de atos e eventos), Renata Camila de Oliveira (Diretora da Escola Municipal Maria Umbelino de Melo).