Após polêmica na sessão que não ocorreu, presidente da Câmara convoca para esta sexta votação do orçamento 2019 e de outros dois projetos encaminhados pelo prefeito Josimar

Após a polêmica da sessão marcada para a última segunda-feira (17) que não ocorreu por falta de quórum, quando três vereadores da base aliada do governo se retiram do plenário, o presidente da Câmara Municipal de Santo Antônio, Vereador Gustavo Alves, atendendo a um ofício encaminhado pelo prefeito Josimar Ferreira solicitando a apreciação de três matérias de sua autoria, convoca os vereadores para uma sessão extraordinária nesta sexta-feira, 21.  Logo após a sessão não realizada segunda, o Poder Legislativo Municipal entrou em recesso e todas as atividades legislativas e administrativas só voltarão a funcionar no ano que vem após a posse da nova mesa diretora para o biênio 2019/2020.

Na pauta estarão três projetos enviados pelo Chefe do Poder Executivo: a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, uma  Emenda à Lei Orgânica do Município e o Código Tributário Municipal.

Em destaque a votação do orçamento do Município para o exercício de 2019, que estava na pauta da sessão que não aconteceu. A LOA tem até o dia 31 de dezembro para ser aprovada pois, caso contrário, a sua não aprovação dentro do prazo, poderá gerar prejuízo ao Município deixando sem receitas para o próximo ano e afetar diretamente os serviços essenciais prestados à população.

Em relação ao código tributário, a matéria tem divergências entre as bancadas e sua discussão poderá ficar para depois do recesso. A oposição já sinalizou que pretende analisar melhor o projeto e avaliar os impactos causados na cobrança dos tributos e as mudanças previstas no novo código propostas pelo executivo.

A sessão para a deliberação dos três  projetos está marcada para as 14h.