Baixa procura por vacina contra sarampo preocupa saúde pública do RN

A saúde do Rio Grande do Norte alerta para a baixa procura pela vacinação contra o sarampo no estado, embora nenhum caso tenha sido confirmado.

Isso porque o Brasil perderá o certificado de erradicação do sarampo, concedido pela Organização Pan Americana de Saúde em virtude dos casos registrados no país.

Entre fevereiro de 2018 e fevereiro deste ano, as unidades receberam cerca de 10 mil notificações.

O Ministério da Saúde vai iniciar um plano com duração de um ano para tentar retomar o status de país livre do sarampo. Em Natal, nenhum caso de sarampo foi registrado na última década.

A Secretaria Municipal de Saúde atribui os índices à cobertura vacinal contra o sarampo na cidade, que foi intensificada em 70% no ano de 2018 em relação a 2017, mas a baixa procura em 2019 acendeu o sinal de alerta do órgão.