Chuvas atingem todo o RN, aponta boletim da Emparn

Em 24 horas, todo o estado foi atingido por chuvas. É o que aponta a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) em boletim que analisou a quantidade de precipitação entre 7h da manhã de quinta-feira (12) e 7h da manhã desta sexta-feira (13). Em Natal, o volume registrado no período foi de 135,1 milímetros, o terceiro maior no estado, atrás apenas de Baía Formosa, com 143 mm, e Parnamirim, com 137,2 milímetros.

A quantidade de chuvas na capital fez a prefeitura decretar estado de emergência. O Centro de Convivência Ivone Alves, no Nova Natal, foi escolhido para receber os moradores que ficaram desabrigados. Além disso, lagoas de captação transboram e o trânsito ficou complicado em várias avenidas da cidade.

A região Leste Potiguar foi a mais atingida pelas chuvas. Em São Gonçalo do Amarante, o volume foi de 129,6 mm e em Extremoz, 119,5 milímetros. No Oeste do estado, os municípios mais atingidos foram Tibau (83,4 mm), Campo Grande (83 mm) e Ipanguaçu (78,5 mm).

Já na Central Potiguar, os maiores volumes foram registrados em Caicó (47,1 mm), São Bento do Norte (42,2 mm) e Jardim de Angicos (36 mm). No Agreste Potiguar, as maiores chuvas foram anotadas pela Emparn em Parazinho (73,5), Vera Cruz (58,4) e Monte Alegre (57 mm).

O chefe da Unidade de Meteorologia da EMPARN, Gilmar Bristot, explicou sobre a previsão climática para o final de semana. “Segue até domingo a previsão de predominância de céu parcialmente nublado em todo o Estado, com ocorrência de chuvas devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) em todo o RN”, disse.