Com salários atrasados, policiais civis e militares decidem realizar mobilização nesta quarta

Os policiais civis do RN decidiram realizar uma mobilização, nesta quarta-feira (20). A categoria se reuniu em assembleia, nesta terça-feira (19), e optou por realizar o movimento para cobrar o pagamento dos salários atrasados, bem como uma definição da Delegacia Geral da Polícia Civil sobre o banco de horas.

De acordo com a deliberação feita pelo sindicato da categoria, o Sinpol, os policiais civis devem se concentrar na Degepol a partir das 8h, onde realizarão nova assembleia. Durante todo o dia desta quarta, apenas a Central de Flagrantes e a Plantão zona Sul estarão abertas para atendimento ao público. No interior do estado, os Agentes e Escrivães foram orientados a se dirigir às delegacias regionais.

PMs
Os policiais militares que fazem o patrulhamento das zonas administrativas de Natal e também na Região Metropolitana não saíram para trabalhar nesta terça-feira (19). O motivo também foi o atraso salarial dos servidores do estado.

A orientação das Associações é que os policiais e bombeiros militares trabalhassem somente se estivessem munidos dos equipamentos essenciais à atividade, sendo eles: armamento adequado, coletes dentro do prazo de validade, algemas, cinto de guarnição, dentre outros, devidamente fornecidos pelo estado. Da mesma forma, somente deverão prestar o serviço de diária operacional quando houver disponibilidade na rotina de descanso regulamentar e for conveniente sem que isso traga prejuízos pessoais.

Segurança
Após coletiva à imprensa no início da noite desta terça, a secretária de Segurança Pública, Sheila Freitas, disse que a Força Nacional, que já está no estado há algum tempo, vai atuar sob nossa orientação nesse período de crise no patrulhamento.