Curtição e planejamento: Polícia revela rotina de quadrilha antes de ataque a banco no RN

O ataque ao Banco do Brasil de Macaíba, em 12 de julho de 2018, foi algo bem planejado por uma organização criminosa que atua nesse tipo de crime em estados do Nordeste. A rotina do grupo foi revelada pela Polícia Civil do RN em entrevista coletiva nessa sexta-feira (8).

De acordo com o delegado Erick Gomes, titular da Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor), o grupo, que tem origem paraibana, chegou ao Rio Grande do Norte cerca de seis dias antes da ação criminosa. Eles se deslocaram para uma casa na Praia de Búzios, no município de Nísia Floresta. No local, a quadrilha aproveitou a praia, a piscina e outros luxos.

No planejamento, eles roubaram cerca de sete veículos na Paraíba e trouxeram ao RN para executar a ação criminosa. O grupo manda olheiros para observar como funciona a cidade, se tem policial. “Eles levantam as vias de entrada, a rotina e a frequência do carro-forte abastecendo a cidade”, explicou o delegado. As informações são do Portal No Ar.