Em fato inédito, Câmara Municipal de Santo Antônio elegeu a mesa diretora para os dois biênios; Júnior Nogueira presidirá o Legislativo no 1° e Leandro Horácio comandará o 2°

Em um momento histórico, a Câmara Municipal de Santo Antônio elegeu, neste dia 1° de janeiro, os novos membros da Mesa Diretora para os dois biênios da legislatura 2021-2024. Um fato inédito na história do Poder Legislativo Municipal. Júnior Nogueira (MDB) foi eleito o presidente para os dois primeiros anos e Leandro Horácio (MDB) vai comandar os trabalhos legislativos nos dois últimos anos. O resultado da eleição marcou a vitória do prefeito recém-empossado Raulison Ribeiro (MDB) que terá sua bancada de sustentação no comando da Câmara durante os quatro anos.

A sessão solene de instalação da nova legislatura foi presidida pelo Vereador Nélio de Cornélio por possuir o maior número de mandatos entre os atuais membros do Legislativo Municipal. Autoridades foram convidadas a compor a mesa. Estiveram presentes os ex-prefeitos Lula Ribeiro e Luís Carlos Vidal Barbosa, os ex-presidentes da Câmara Paitoco e Dedé Camilo, e o padre Adelson.

Nélio abriu os trabalhos legislativos empossando os demais vereadores eleitos e diplomados. Após juramento feito perante o plenário de fazer cumprir e respeitar o regimento interno, os vereadores foram declarados empossados. Em seguida, o presidente temporário convocou a eleição para a escolha dos membros da mesa diretora para o biênio 2021-2022 para os cargos de presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretários. Duas chapas foram registradas.

Por 6 votos a 5, o vereador Júnior Nogueira, do MDB, foi eleito o presidente para o primeiro biênio. Empossado para o seu terceiro mandato no parlamento municipal, Júnior venceu a chapa de oposição encabeçada pela vereadora Marizhete (PSC) e vai comandar os trabalhos na Casa pelos próximos dois anos. Ele já foi líder do Governo Lula Ribeiro e líder da bancada de oposição na última legislatura. Ele contou com o voto do vereador Jonas da Saúde (PSC), que aderiu à base de apoio à gestão do prefeito Raulison Ribeiro. O vice-presidente eleito na chapa foi o vereador Leandro Horácio (MDB).

A votação seguiu para a escolha do primeiro e segundo secretários. Por 6 a 5, o vereador Francicarlos do Sindicato (PT) foi eleito o 1° secretário vencendo a vereadora Lucinha (PSC). Pelo mesmo placar, Joaquim Pedro (MDB) venceu Hélio Barbosa (PSC) e foi eleito o 2° secretário.

Após a votação, o presidente eleito Júnior Nogueira assumiu os trabalhos da Casa e deu posse aos demais membros da nova mesa diretora para conduzir os trabalhos durante o biênio 2021-2022. Em seu discurso, Júnior destacou o empenho para resgatar a credibilidade do Legislativo e o compromisso em fazer uma gestão pautada na discussão de matérias de interesse do povo. Júnior agradeceu o apoio de todos, em especial ao vereador Jonas da Saúde, pelo voto de confiança, enaltecendo os grandes serviços prestados pelo novo colega de bancada na saúde do município. “A Câmara Municipal de Santo Antônio hoje tem uma missão de resgatar a imagem e a credibilidade do Poder Legislativo e acima de tudo com o respeito com a população. Dessa forma, iniciaremos a partir de hoje, esse trabalho no Legislativo Municipal”, declarou.

Com isso, a presidência seguiu o rito, leu o livro de ata e declarou encerrada a eleição. Logo depois, o presidente recém-empossado Júnior Nogueira convocou o prefeito Raulison Ribeiro e o vice-prefeito Dário do Sindicato para compor a mesa. Diante da Casa Legislativa, Raulison e Dário fizeram o juramento constitucional e foram declarados empossados nos cargos. Em sequência, os dois foram convocados a usar a tribuna para fazer um discurso.

Em sequência, para a surpresa dos vereadores de oposição, o presidente convocou uma nova eleição para a escolha dos membros da mesa diretora para o biênio 2023-2024. Conforme o regimento interno em seu artigo 12, foi dado um prazo de uma hora para o registro de chapas. Após encerrado o tempo de inscrição das chapas, o presidente fez a leitura da certidão emitida pela Secretaria da Casa comunicando que apenas uma chapa foi registrada. O vereador Nélio de Cornélio questionou a convocação da eleição pontuando que deveria ser feita por comunicação prévia por edital, mas o presidente respondeu que a antecipação da eleição está prevista no regimento e segue a orientação da procuradoria jurídica da Casa. No momento em que o presidente comunicou sobre o registro de apenas uma chapa, os vereadores da oposição se retiraram do plenário da Casa antes da realização da eleição.

Dando continuidade, o vereador presidente Júnior Nogueira explicou que a eleição seria realizada duas horas depois, de acordo com o que diz o texto regimental. Com isso, a sessão foi suspensa até cumprir o horário determinado para a realização da eleição. Com apenas uma chapa inscrita, a sessão foi retomada mais de duas horas depois. O presidente fez a leitura nominal dos vereadores presentes e a votação foi realizada.

Com seis votos recebidos, o vereador Leandro Horácio (MDB) foi eleito o presidente da Câmara para o segundo biênio. Em seu segundo mandato, Leandro comandará os trabalhos na Casa no período entre 2023-2024. A vereadora Edijane Ribeiro (MDB), a mais votada no pleito de 15 de novembro, foi a vice-presidente eleita na chapa. Em suas palavras, Leandro agradeceu o apoio dos colegas vereadores de bancada, especialmente ao ex-prefeito Lula Ribeiro pela confiança em assumir essa missão no Legislativo, e destacou o empenho para trabalhar com o prefeito Raulison Ribeiro para o desenvolvimento do município.

A mesa diretora do segundo biênio ainda terá Joaquim Pedro (MDB) como 1° secretário e Francicarlos do Sindicato (PT) como 2° secretário.

Nova legislatura
A nova legislatura será composta pelos seguintes vereadores: Júnior Nogueira (MDB), Leandro Horácio (MDB), Francicarlos Santos (PT), Joaquim Pedro (MDB), Edijane Ribeiro (MDB), Jonas da Saúde (PSC), Nélio de Cornélio (PSC), Jardel Anselmo (PSC), Lucinha (PSC), Hélio Barbosa (PSC) e Marizhete Costa (PSC).