Em relação à falta de água em Santo Antônio, Caern diz que sistema de abastecimento não supre demanda da cidade e viabiliza recursos para nova adutora

Com relação à situação da falta de água que atinge vários bairros de Santo Antônio, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) comunicou que está buscando viabilizar uma solução para melhorar o abastecimento no município. De acordo com a companhia, a cidade tem uma demanda de 250 metros cúbicos de água por hora, mas só recebe 150 metros cúbicos, do Sistema Integrado de Espírito Santo, que também abastece Passagem e Várzea. O sistema é alimentado por quatro mananciais: Riacho de Pedra, Riacho da Una, Riacho do Salto e Riacho do Timbó.

Atualmente, a Caern pleiteia recursos, no valor total de R$ 100 milhões, para executar um projeto que vai incluir Santo Antônio (e ainda a cidade de Serrinha) no Sistema Integrado de Pedro Velho. O sistema é responsável pelo abastecimento de Pedro Velho, mais os municípios de Montanhas e Nova Cruz. O projeto consta de uma nova adutora, de 30 km, que vai se juntar aos 30 km atuais do sistema, para alcançar Santo Antônio e Serrinha.