EXCLUSIVO: Segundo envolvido no assassinato de idosa na zona rural de Passagem tem prisão preventiva decretada

Preso desde o dia 1º deste mês, ele usava nome falso e após uma investigação da DP de Santo Antônio teve prisão preventiva decretada por participar de assassinato de uma idosa no município de Passagem ocorrido em 2017.

Após um trabalho de investigação da Polícia Civil de Santo Antônio, o segundo envolvido no assassinato de uma idosa no município de Passagem, crime ocorrido em 17 de outubro de 2017, teve prisão preventiva decretada. A idosa Luiza Maria Costa, de 66 anos, foi assassinada dentro de casa durante um assalto, no sítio Jacuzinho, zona rural de Passagem.

No último dia 2, o Chefe de Investigação da DP de Santo Antônio, agente Laumar, recebeu contato do Sargento, comandante do destacamento de Passagem/RN, dando conta de que havia sido preso por volta das 18h40, do dia 1º de fevereiro último passado, um indivíduo em posse de 01 porção de substância esverdeada, possivelmente maconha, além de um revólver calibre 38, municiado e aparelho celular, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, em Natal/RN. No ato da autuação, o indivíduo apresentou-se como sendo Javan Fábio Pereira de Araújo, de 22 anos, no entanto pela foto enviada, o sargento desconfiou tratar-se da pessoa de Felipe Germano Adelino, indivíduo que participou de um latrocínio na cidade de Passagem/RN, no ano 2017.

Diante das informações, o chefe de investigação da DP de Santo Antônio então passou a trilhar o caminho da prisão do indivíduo, falando inclusive com o escrivão que lavrou o auto de prisão em flagrante na DP de plantão zona sul. Somente na manhã de hoje ao compulsar os autos e dossiês referentes ao Inquérito Policial do latrocínio supracitado, pôde-se constatar que realmente tratava-se de Felipe Germano Adelino, e após checar a informação junto a Coape – Coordenadoria de Administração Penitenciária, comprovou-se que o mesmo estava detido no Centro de Triagem, no CDP Candelária, onde de pronto deslocou-se uma equipe da Polícia Civil de Santo Antônio até Natal para fazer a comunicação da prisão preventiva ao detento citado, que após confessar quem realmente era (Felipe), assinou o mandado em epígrafe.

Luiza, que morava sozinha, foi encontrada morta no quarto de sua residência após levar um tiro na cabeça. Um sobrinho da vítima, que participou do crime, foi preso dias depois e acabou assassinado no distrito de Redenção, município de Santo Antônio, naquele mesmo ano.

Para entrar na casa, os assassinos destelharam o cômodo e arrombaram o forro de gesso do quarto, onde a idosa guardava R$ 3 mil que havia recebido da aposentadoria e da venda de um terreno.

RELEMBRE O CASO

Mãe de professor que leciona em Santo Antônio é assassinada dentro de casa na zona rural de Passagem

Blog Os Amigos da Onça divulga imagens exclusivas do assassinato da mulher ocorrido na zona rural de Passagem