Homens são presos no RN por estupro de vulnerável e violação da tornozeleira eletrônica

Policiais civis da Delegacia Municipal de Assu, com apoio da Polícia Militar, deram cumprimento a dois mandados de prisão em desfavor de Josiel Rubens Rocha, mais conhecido como “Foguete”, em razão de regressão de regime de cumprimento de pena, por rompimento de tornozeleira eletrônica, e Emerson Wagner, pela suspeita da prática do crime de estupro de vulnerável.

As diligências foram empreendidas após o recebimento de denúncias anônimas, informando que o foragido Josiel Rubens estaria caminhando pela comunidade do “Boi Choco”, no bairro Bela Vista, na Capital do Vale. Ele, no ano de 2018, foi preso pelo crime de tentativa de homicídio, praticado contra um outro morador da comunidade; na situação, o homem deixou uma faca  cravada no pescoço da vítima. 

Após ter recebido uma progressão de regime, Josiel Rubens estava em prisão domiciliar, no regime semiaberto, utilizando tornozeleira eletrônica, mas ele rompeu o referido equipamento e vai regredir de regime, voltando para o fechado e retornando para o presídio. 

Assim, os policiais civis, em ação conjunta à Polícia Militar do 10° BPM (GTO e Força Tática) de Assu, deflagraram a ação policial, visando a prisão do suspeito. Ao chegarem à residência indicada, Josiel Rubens – “Foguete”, foi preso e, em seguida, conduzido até a Delegacia Municipal de Assu. 

Logo após, foi dado cumprimento a outro mandado de prisão. Desta vez, em desfavor de Emerson Wagner, que estava foragido da Justiça pelo crime de estupro de vulnerável. Ele foi preso pela mesma equipe policial, também em sua residência. Emerson Wagner também foi conduzido para a Delegacia Municipal de Assu. 

Os dois homens foram encaminhados para a Cadeia Pública de Mossoró, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou Disque DM Assu, no número: (84) 99992-2122, por meio do aplicativo WhatsApp.