No 2º dia de aula, alunos da zona rural de Santo Antônio ficam sem ir para escola por falta de transporte e ônibus escolar volta a apresentar defeitos

A vida dos estudantes de algumas comunidades da zona rural de Santo Antônio não têm sido nada fácil nesses primeiros dias do ano letivo na rede municipal de ensino. Nesta terça-feira (26), segundo dia de aula, alunos dos sítios Barro Preto, Tanques e Carnaúba ficaram sem o transporte escolar porque a prefeitura não mandou. Ontem foi a mesma coisa. Também perderam aula porque não tiveram transporte.

Foto: Alunos que estudam no turno vespertino à espera do ônibus já no anoitecer para voltarem para casa.

As dificuldades não param por aí. Nas localidades onde o transporte ainda foi, o problema é outro. Também nesta terça (26) o ônibus que transportava os alunos das comunidades de Dois Lajedos e Quixaba fez o trajeto normal na vinda para a sede do município, porém na volta depois das aulas, o ônibus não quis pegar apresentando falha mecânica, e os estudantes ficaram longo tempo esperando até que  problema no veículo fosse solucionado. Mas nada do ônibus voltar a funcionar e a solução foi a prefeitura providenciar um outro ônibus para levar os alunos de volta já no anoitecer.

Ainda hoje um outro fato inusitado chamou atenção. Um ônibus escolar amarelinho estava parado e bateu num carro modelo Fiat UNO estacionado do lado da praça Frei Damião. Segundo informações, o motorista não estava dentro do ônibus no momento do ocorrido.

Ontem, conforme o Blog publicou, um ônibus que transportava alunos do sítio Jucá acabou quebrando no caminho, saindo uma fumaça do motor do veículo, e alguns estudantes ficaram sem ir para escola.

No 1º dia de aula na rede municipal de Santo Antônio, alunos ficam sem transporte e um ônibus escolar que transportava estudantes da zona rural tem princípio de incêndio