Oposição unida poderá derrubar império de Marcos Cabral em Vera Cruz

Há pouco mais de 1 ano das eleições municipais, os bastidores da política de Vera Cruz estão à todo vapor. Em 2016, o atual prefeito Marcos Cabral não obteve 50% da votação do eleitorado do município, deixando a oposição, embora dividida, com maior percentual. Se as eleições tivessem 2 turnos, provavelmente o prefeito eleito não teria sido Marcos.

Mas em 2020 Marcos deverá enfrentar uma dificuldade muito maior, pois de acordo com o que apontam as caminhadas, que já começaram, a oposição de Vera Cruz deverá se unir em torno de um único nome na disputa pelo executivo.

Cleonaldo Júnior e Marleide, que separados obtiveram a maioria dos votos do município, deverão caminhar juntos, atrelados agora ao atual presidente da Câmara, Vereador Micarlo, que era da base de Marcos e que já se mostrou disposto a concorrer ao cargo e mais ainda a se unir a oposição à favor de um único nome na disputa contra o atual gestor, se o mesmo for realmente o candidato da situação.

O fator que poderá complicar ainda a situação de Marcos Cabral é que o prefeito responde processos judiciais e poderá não está liberado pela justiça para a disputa e se estiver, pode ser via recurso, caso estes processos cheguem até o âmbito eleitoral.

Vamos acompanhar de perto todos os capítulos desta que será uma das maiores disputas eleitorais da Região Agreste.