Prefeita e Presidente da Câmara de Baía Formosa viram réus em processo de improbidade administrativa por demolição de praça

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento para investigar a demolição de uma praça pública em Baía Formosa, com participação da atual prefeita do município, Camila Veras de Melo Cavalcanti; do vereadores e presidente da Câmara Municipal Toninho Madeiro, além de outros políticos e munícipes. A obra teria sido iniciada na gestão anterior e custeada com recursos do Ministério do Turismo.

O processo de Improbidade Administrativa contra os dois tramita 4ª Vara Federal de Natal.

O processo de Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa de número 0800601-79.2021.4.05.8400 possui 85 páginas e engloba, além da prefeita, o vereador ANTONGNIONE MADEIRO CARDOSO DA COSTA, o Toninho de Madero. A obra era erguida com dinheiro público federal sob fiscalização da Caixa Econômica Federal.