Projeto em cidade do RN deve movimentar 8 milhões por ano e gerar 450 empregos

O projeto batizado de Cidade da Moda, que será viabilizado no município de Acari, tem projeção inicial de movimentar pelo menos R$ 8 milhões por ano na cidade e região. O objetivo é impulsionar a geração de empregos no segmento de confecções no Seridó. As informações são a Tribuna do Norte. 

De acordo com o prefeito de Acari, Fernando Bezerra (Solidariedade), o empreendimento irá contar com 10 galpões, um centro de eventos, Galpão Escola e espaços para oficinas de costura. A perspectiva inicial é gerar 450 empregos diretos.

Outra questão já está definida pela Prefeitura de Acari: o projeto será concedido á iniciativa privada.

“Vamos fazer concessões e a iniciativa privada quem vai tocar tudo isso. O Governo Federal está estimulando e estruturando uma cadeia produtiva. A lógica disso aqui são as oficinas de costura, as pessoas que empregam na cidade, ou que desejem abrir negócios na cidade. Então fazemos essa concessão desse equipamento. A prefeitura vai tocar o Galpão Escola em parceria com Sistema S, Governo do Estado, trabalhando na qualificação das pessoas e a iniciativa privada cuidando dos galpões e do centro de eventos”, comenta à Tribuna do Norte o prefeito de Acari, Fernando Bezerra.

Os estudos levarão pelo menos quatro meses para serem viabilizados, a partir da assinatura do contrato e da ordem de serviço junto à empresa vencedora. O projeto Centro de Produção e Eventos – Cidade da Moda terá um investimento de R$ 19,7 milhões, recursos do Governo Federal. O terreno onde irá funcionar os galpões está localizado às margens da BR 427, na saída de Acari em direção à Jardim do Seridó.

A pedra fundamental do projeto foi lançada em dezembro de 2020, num evento com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.