Quase 50 toneladas de lixo foram recolhidas de praias do RN, aponta relatório do Idema

Foto: Divulgação/Idema

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) divulgou nessa terça-feira (11) um relatório sobre o aparecimento de lixo nas praias do Rio Grande do Norte. De acordo com o documento, foram encontradas quase 50 toneladas de resíduos em 22 praias de sete municípios do estado.

De acordo com o Idema, não foram registrados novos aportes de resíduos sólidos chegando às praias potiguares. O órgão reforçou que o material segue sendo investigado pela Polícia Federal para identificar a origem. Ao longo dos dias de recolhimento, foram encontrados adesivo de campanha política no Recife, capital de Pernambuco; mochila com identificação da rede estadual de Pernambuco; e um título de eleitor do município do Recife.

Além disso, foram encontrados os seguintes materiais: seringas, tubo para coleta de sangue, etiquetas de remédios, sapatos e sandálias, plásticos, copos descartáveis, garrafas pet, garrafas de água, garrafas de iogurte e embalagens de margarinas.

As hipóteses levantadas pelo Idema são de que houve retenção de resíduos em rios e estuários; ou descarte proposital ou não por alguma empresa que trabalha com coleta de resíduos; possível carreamento de material para rios e mar com as últimas chuvas e alagamentos registrados em Pernambuco e outros estados; despejo acidental ou não realizado por embarcação. Foi descartada a possibilidade do material ter origem internacional.

De acordo com o relatório, durante o período de aparecimento do lixo – que foi de 20 a 29 de abril, três tartarugas e um golfinho foram encontrados mortos. No entanto, segundo o Projeto Cetáceos da Costa Branca da Uern fez a necropsia dos animais e não foi identificada relação com o lixo.

Durante o período, o município que mais recolheu os resíduos foi Baía Formosa: 38,25 toneladas. Em Canguaretama foram 6 toneladas; Nísia Floresta recolheu 3,5 tonelas; Tibau do Sul, 1,5 tonelada; Senador Georgino Avelino, 0,35 tonelada; e Natal, 1 kg. Parnamirim não informou o total, segundo o Idema.

Veja as praias atingidas:

Natal

Ponta Negra, Via Costeira

Parnamirim

Imediações da Barreira do Inferno

Nísia Floresta 

Camurupim, Barreta, Tabatinga, Búzios

Tibau do Sul

Praia das Minas, Sibaúma, Cacimbinha

Senador Georgino Avelino

Praia de Malembar

Canguaretama

Barra de Cunhaú – Ponta do Rio

Baía Formosa

Praia de Pontal, Praia da Cachoeirinha, Praia de Barreirinhas, Praia da Cutia, Praia do Morro Amarelo, Praia Bacupari, Praia de João dos Santos, Praia do Urubu, Praia do Sagi, Rio Guaju