RN tem 28 novas mortes pela covid-19 e 125 pacientes na fila de espera por leito

O Rio Grande do Norte registra, nesta terça-feira (9), o aumento de 28 novas mortes provocadas pela covid-19. Desse total, 13 ocorreram nas últimas 24 horas nas cidades de Natal (04), Mossoró (03), São Gonçalo do Amarante (01), Angicos (01), Caicó (01), Goianinha (01), Jardim de Piranhas (01) e Rio do Fogo (01). Isso elevou para 3.777 o número total de potiguares que já perderam a batalha contra a covid-19. 

Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). A atualização de hoje também mostrou um aumento de 1.172 novos casos da covid-19 em relação a ontem (8). O estado potiguar contabiliza um acumulado de 175.703 casos da doença desde o início da pandemia, enquanto outros 48.059 estão classificados como suspeitos. Ainda em relação às mortes, a Sesap informou que 798 óbitos ainda seguem em investigação para constatar se a causa tem relação ou não com o coronavírus. 

Ocupação dos hospitais 

Sobre a situação dos hospitais, o Regula RN, plataforma que monitora a ocupação, mostrou que o estado potiguar registra, no início da tarde desta terça-feira, uma taxa de ocupação geral de leitos críticos para tratamento da covid-19 de 95,3%. O cenário mais crítico é o da região Oeste, que está com 98,9% dos leitos ocupados. Em seguida, consta a região Metropolitana, com 94,7% de ocupação, e o Seridó, com 88,9%. 

Há um total de 572 pacientes internados para tratamento da covid-19 no RN, dos quais 285 estão em leitos de UTI ou semi-intensivos e 287 em enfermarias. Fora isso, 125 pacientes estão na fila de espera, dos quais 91 aguardam por uma vaga em leito crítico e 34 em leito clínico. Dos 22 hospitais que atuam no tratamento de pacientes com a covid-19, 17 estão com os leitos críticos 100% ocupados e outros três têm taxa de ocupação superior a 90%.