Rodovias federais no RN têm mais acidentes e feridos que 2017

As rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte registraram nestes oito meses de 2018 mais acidentes e feridos do que no mesmo período de 2017. O cenário é baseado em dados repassados à reportagem nesta semana pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com atuação no estado.

Segundo a PRF/RN, entre janeiro e agosto deste ano, as BRs no território potiguar foram alvo de 953 acidentes, com 1.068 pessoas feridas. No mesmo período do ano passado, esses números foram menores: 943 acidentes e 988 feridos.

Ainda de acordo com a PRF/RN, no que se refere à quantidade de mortes resultantes de acidentes de trânsito nas rodovias federais do estado, o número de casos se manteve estável: 82 óbitos, tanto em 2018 quanto em 2017. O levantamento mostra ainda que o RN registrou 41.673 notificações por infrações de trânsito entre janeiro agosto de 2017.

A PRF/RN informou que os mais comuns foram excesso de velocidade (9.371), ultrapassagem indevida (3.354), falta do cinto de segurança (2.019), ausência de capacete (930) e direção sob efeito de bebida alcoólica (780). Já no mesmo período deste ano, foram 41.115 notificações por infrações de trânsito, sendo 11.943 por excesso de velocidade, 2.658 por ultrapassagem indevida, 1.550 por falta do cinto de segurança, 1.050 pela ausência de capacete e 740 por dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

A PRF/RN lembrou que durante a Semana Nacional de Trânsito deste ano, foram realizadas várias ações, como palestras sobre segurança no trânsito em escolas e empresas, exposição em shopping e blitz educativa em rodovias.