Santo Antônio fica com FPM zerado nas duas primeiras parcelas do mês; pagamento do 13° dos servidores e da folha de dezembro não tem previsão e pode ficar para 2021

Reprodução/Internet

A situação financeira da prefeitura de Santo Antônio é preocupante e pode comprometer os pagamentos dos servidores. O repasse da segunda cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao mês de dezembro, creditado nos cofres municipais nesta sexta-feira (18), ficou zerado em Santo Antônio. A primeira parcela do FPM do município também ficou zerada.

O FPM é a principal fonte de receita da maioria dos municípios para realização de pagamentos se servidores. É o caso de Santo Antônio que tem acumulado débitos com INSS, motivo pelo qual foi debitado mais de R$ 200 mil de um montante de R$ 358.315,23 repassado aos cofres do município. O restante debitado é decorrente de descontos obrigatórios dos fundos da educação, saúde e PASEP.

Ainda sem ter efetuado o pagamento do 13° dos servidores, a administração municipal ainda não anunciou quando vai realizar o pagamento. Lembrando que os servidores nenhuma parcela do décimo e o prazo-limite por lei vai até o próximo dia 20. Até o momento, não foi dada nenhuma previsão por parte do Poder Executivo quando será efetuado o pagamento.

A situação tem deixado muitos servidores municipais preocupados se vão receber o décimo terceiro e até o pagamento do mês de dezembro ainda este ano. E a previsão não é nada animadora para o última parcela do mês do FPM, que é feito dia 30, já que deverá ser debitado praticamente todo o repasse proveniente de pendências do município com a previdência.

Sem nenhuma previsão até agora, há uma grande preocupação por parte dos servidores do quadro do município que poderão não receber seus vencimentos no final do ano e esses pagamentos serem deixados para a futura gestão que ainda irá assumir em 1° de janeiro.

Fonte: Sistema de Informações do Banco do Brasil.