Santo Antônio tem risco alto de surto de dengue

No Rio Grande do Norte, 97 dos 167 municípios apresentam alto índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti e podem registrar surtos de dengue, zika e chikungunya. O número representa 58% das cidades potiguares e, somando-se às 54 que apresentam risco médio, o percentual de municípios no estado que apresentam risco de surto ultrapassa os 90%.

De acordo com o Ministério da Saúde, os dados são do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, que revela que o município de Santo Antônio apresenta alto índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti.

Com índice 12,80, Santo Antônio está inserido na relação dos municípios potiguares com alto risco de surto.

Criadouros

O armazenamento de água no nível do solo (armazenamento doméstico), como em toneis e barris, foi o principal tipo de criadouro identificado no país, seguido por depósitos móveis, caracterizados por vasos e frascos com água, pratos e garrafas retornáveis. Por último, estão os depósitos encontrados em lixo, como recipientes plásticos, garrafas PET, latas, sucatas e entulhos de construção.