Secretaria de Saúde de Santo Antônio explica critérios para administrar 222 doses de vacinas recebidas para combate à Covid-19

A baixa quantidade de vacinas enviadas aos municípios nessa primeira fase de vacinação contra a Covid-19, preocupa prefeitos e secretários municipais de Saúde. Na maioria dos municípios brasileiros nem o contingente de linha de frente no combate ao coronavírus está sendo contemplado na sua totalidade.

Em Santo Antônio, a Secretaria Municipal de Saúde explica como estão sendo utilizadas as 222 doses recebidas nessa primeira fase.

Diante das doses disponibilizadas inicialmente pelo Ministério da Saúde, será necessária uma ordem de prioridade para aplicação da vacina contra Covid-19.

O Município recebeu inicialmente 222 doses da vacina, nessa primeira fase, que foi dividida em etapas contemplando os profissionais de saúde.

Neste primeiro momento não serão vacinadas as pessoas com 75 anos ou mais, de modo que estarão incluídas nas próximas etapas de vacinação da fase 1. Também não será possível vacinar de forma imediata o quantitativo dos trabalhadores de saúde estimados para serem vacinados.

A Secretaria ressalta que todos os profissionais de saúde serão contemplados com a imunização e a ampliação da cobertura desse público será gradativa conforme a disponibilidade de vacinas.