Sesap emite orientação para retirada de lixo do litoral

Em virtude da grande quantidade de lixo identificada recentemente nas praias do Litoral Sul do Rio Grande do Norte, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), em conjunto com o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), emitiu uma nota técnica para orientar e alertar quanto às medidas e condutas a serem adotadas no tratamento dos resíduos sólidos.

O documento leva em conta a possibilidade de poluição química e os riscos físicos, biológicos e de acidentes no manejo do lixo, além dos cuidados com a exposição de peixes e crustáceos aos resíduos. A nota técnica traz quatro recomendações gerais e cinco recomendações específicas sobre a situação.


As recomendações gerais são de não entrar em contato direto com os resíduos, evitar contato com a água e areia da praia nos locais afetados, seguir as orientações do Idema sobre atividades nas regiões afetadas e buscar atendimento médico na unidade de saúde mais próxima em caso de acidente com material biológico e perfurocortantes.

A respeito das recomendações específicas, destacam-se a necessidade de separar e identificar o lixo, a partir de suas características; fazer o acondicionamento em sacos e recipientes adequados às normas técnicas; dar a destinação correta, dentro da normas ambientais; orientar e dar condições de proteção aos trabalhadores responsáveis pela coleta; e registrar os materiais coletados, para colaborar com o processo de rastreio da origem.

A nota da Sesap soma-se ao trabalho já desenvolvido pelo Idema, que vem orientando os municípios litorâneos afetados, com recomendações de interdição e proteção das praias, além de estar trabalhando para a identificação da fonte dos resíduos.