Três policiais militares do RN morreram nesta semana vítimas da Covid-19

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte comunicou, nesta quarta-feira (27), o falecimento de dois policiais em decorrência da Covid-19. De acordo com a PMRN, com esses novos casos, a corporação potiguar chega a três vítimas fatais provocadas pelo novo coronavírus. As mortes foram registradas, respectivamente, em Alto do Rodrigues, Mossoró e Natal. 

O primeiro óbito foi registrado nas primeiras horas da última segunda-feira (25). A vítima foi o subtenente da reserva Francisco Canindé Guanabara de Andrade, de 66 anos. Ele estava internado no Hospital Municipal Maria Rodrigues de Melo, na cidade de Alto do Rodrigues. Guanabara entrou adentrou na corporação no ano de 1987, trabalhou na 1ª CIPM, na cidade de Macau, por cerca de 15 anos, e foi comandante do Destacamento do município do Alto do Rodrigues de 1989 a 1991 e de 2008 a 2010. 

Na terça-feira (26), o sargento da reserva Freire Sousa, de 58 anos, veio a óbito após sofrer complicações. Ele foi diagnosticado com a Covid-19 e estava internado no Hospital Regional Tarcísio Maia desde o dia 27 de abril. O policial estava apresentando melhoras no tratamento, mas acabou acometido por uma bactéria nos rins, o que comprometeu o funcionamento do órgão e provocou a morte. 

A terceira vítima fatal foi o cabo Élcio Dias de Carvalho, lotado no 3° Batalhão da PMRN. Ele estava internado no Hospital Giselda Trigueiro há aproximadamente 15 dias com sintomas do novo coronavírus. Mas não resistiu e faleceu nesta quarta-feira (27). Segundo a PM, dos três policiais que faleceram, Élcio era o único que ainda estava na ativa e trabalhava na linha de frente da segurança pública do estado. Ele ingressou na corporação em 2009 e foi promovido à cabo no dia 25 de dezembro de 2019.