Urologista candidato a vice por Canguaretama morre em Natal

Internet

Uma parada cardíaca retirou a vida do médico Édson Juvino, de 48 anos, na madrugada desta segunda-feira (19). Ele estava em sua residência, em Natal, quando sofreu um ataque fulminante. O médico deixa esposa e dois filhos. 

O urologista apresentava as doenças crônicas reconhecidas como cardiopatia e arritmia, recentemente teve covid-19, mas havia se recuperado da doença. Neste ano, concorria ao cargo de vice-prefeito de Canguaretama pelo partido (PRTB). 

Segundo amigos do urologista, apesar de trabalhar e morar em Natal, sempre que podia estava na residência que mantinha na praia de Barra de Cunhaú, em Canguaretama, distante cerca de 90 km de Natal.  

O velório está marcado às 14h, e uma missa de corpo presente às 17h, desta segunda-feira (19), no cemitério Morada da Paz, em Emaús, Parnamirim.